Técnico em edificações: o que faz, quanto ganha e formação

fev - 10
2020

Técnico em edificações: o que faz, quanto ganha e formação

 

O técnico em edificações está habilitado a atuar na construção civil, ao lado de engenheiros e arquitetos para trabalhar em todas as etapas de uma obra, desde o planejamento e orçamento, até a finalização da execução do projeto.

O curso que forma o técnico em edificações está disponível em diversas instituições de ensino técnico e, com o constante crescimento e demanda da construção civil, representa uma excelente oportunidade para jovens e adultos que desejem constituir uma carreira sólida em uma área tão importante.

O que faz o técnico em edificações?

A atuação do técnico em edificações envolve diversas tarefas em várias das etapas de uma construção. Este profissional está habilitado a participar ativamente do planejamento de uma obra, no desenho do projeto, na escolha de materiais, no orçamento, entre outras atividades.

Por ser uma função de extrema responsabilidade, só é possível atuar na área após a conclusão do curso técnico, que tem duração mínima de dezoito meses.

O profissional habilitado em edificações deve também estar atento às normas e legislações relacionadas à construção civil e que dizem respeito à saúde e à segurança no trabalho, bem como a preservação do meio ambiente. É comum que algumas empresas exijam cursos complementares, como o de NR10.

Entre as principais atividades do técnico em edificações:

  • Realização de orçamentos junto a empresas de materiais de construção;
  • Recepção e verificação dos materiais entregues;
  • Coordenação das equipes no canteiro de obras a fim de que não haja atrasos ou falhas na execução do projeto;
  • Gerir os resíduos da obra dando a estes o destino correto;
  • Aplicar as normas referentes à saúde e segurança no trabalho, bem como aquelas ligadas ao meio ambiente.

Quanto ganha um técnico em edificações?

Empresas ligadas à construção civil, como empreiteiras e construtoras, são as que mais contratam técnicos em edificações. Estas mantêm o mercado aquecido em todas as épocas, independente das crises e reviravoltas da economia.

O salário de um técnico em edificações pode variar a cada empresa e também de estado para estado. A média salarial nacional para esta profissão gira em torno dos R$ 2.340,08.

A maior parte das instituições que oferecem o curso técnico em edificações exige que os estudantes cumpram horas de estágio obrigatório. Os salários destes estagiários podem variar entre R$ 695,31 e R$ 737,21. Em cargo de auxiliar, o recém-formado recebe salários de, em média, R$ 1.244,14.

Os salários mais altos para o profissional que atua como técnico em edificações estão concentrados na região metropolitana de São Paulo, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Datafolha. Estes estão entre R$ 2.962,50 e R$ 5.322,70  a depender do nível hierárquico que o profissional ocupa, sendo a média salarial de aproximadamente R$ 4.710,30.

O curso técnico em edificações

A formação profissional para o técnico em edificações é oferecida por diversas escolas de nível técnico espalhadas pelo país. Na maior parte delas, o único requisito básico para a efetuação da matrícula é ter cursado o Ensino Médio completo.

No Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), por exemplo, o curso possui 1.200 horas de duração e costuma ser dividido em cinco módulos, sendo os dois primeiros introdutórios e os três seguintes específicos.

As disciplinas que compõem os módulos básico e introdutório nesta escola são:

  • Qualidade, saúde e meio ambiente;
  • Leitura e interpretação de projetos;
  • Introdução à construção de edifícios;
  • Comunicação e informática;
  • Fundamentos da topografia;
  • Fundamentos da mecânica dos solos;
  • Desenho técnico de edificações.

As disciplinas específicas, que compõem os três módulos principais do curso técnico em edificações, dizem respeito a questões mais diretas ligadas a esta área de estudo, como os tipos de materiais utilizados na construção civil, projetos estruturais, projetos ligados à hidráulica, orçamento, gestão de produção e gestão de pessoas.

O objetivo dessas disciplinas é desenvolver no estudante os fundamentos técnicos e científicos de cada uma das áreas e etapas pertinentes à construção civil.

O curso técnico em edificações dispõe de diversos ambientes nos quais os alunos podem experimentar e testar na prática as especificidades da profissão. Composto por matérias práticas e teóricas, o estudante adquire, desta forma, o conhecimento completo e mais adequado para o exercício desta carreira.

Qual o perfil de um técnico em edificações?

O estudante que almeja uma colocação no mercado precisa ter em mente que seu trabalho é de extrema importância para a construção civil. Da mesma forma como é comum que os professores costumem alertar os estudantes de engenharia, por exemplo, de que é necessário ter atenção extrema e cuidado com os cálculos e decisões tomadas na obra porque qualquer mínimo erro pode ser fatal, também é cobrada a responsabilidade com o trabalho para o técnico de edificações.

Desta forma, o técnico em edificações deve ter o perfil de alguém atento, metódico e detalhista. Isso porque o seu papel de acompanhar as equipes responsáveis pela construção na prática é o de verificar, vistoriar e analisar o bom andamento desta. Qualquer falha de atenção pode, de fato, ser crucial para este objetivo.

O técnico em edificações deve ser bom com cálculos e organizado. Gostar do que faz é, sem dúvidas, a chave para uma carreira de sucesso, pois, assim, o envolvimento do profissional com a obra que ele está acompanhando é muito maior e, da mesma forma, é o seu cuidado com a construção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat