Gomes e Silva Engenharia

Preços de imóveis residenciais caem 0,09% em agosto no Brasil, mostra Abecip

17 de novembro de 2017 Por fabio 0 comentários

Esta é a quinta retração consecutiva do indicador. Apesar disso, ritmo de queda está menor

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

20/Setembro/2017
<iframe id="twitter-widget-0" class="twitter-share-button twitter-share-button-rendered twitter-tweet-button" title="Twitter Tweet Button" src="http://platform.twitter.com/widgets/tweet_button.21783de9dc99fcf78a11eef96926d932.en.html#dnt=false&id=twitter-widget-0&lang=en&original_referer=http://construcaomercado17.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/livros/precos-de-imoveis-residenciais-caem-009-em-agosto-no-brasil-382795-1.aspx&related=piniweb&size=m&text=Preços de imóveis residenciais caem 0,09% em agosto no Brasil, mostra Abecip | Construção Mercado&time=1510913153672&type=share&url=http://construcaomercado17.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/livros/precos-de-imoveis-residenciais-caem-009-em-agosto-no-brasil-382795-1.aspx" frameborder="0" scrolling="no"></iframe>
<iframe class="" title="fb:like Facebook Social Plugin" src="https://www.facebook.com/plugins/like.php?action=recommend&app_id=304212556375265&channel=http://staticxx.facebook.com/connect/xd_arbiter/r/lY4eZXm_YWu.js?version=42#cb=f1a7f4f39444714&domain=construcaomercado17.pini.com.br&origin=http://construcaomercado17.pini.com.br/f366e2200f42138&relation=parent.parent&container_width=622&font=trebuchet ms&href=http://construcaomercado17.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/livros/precos-de-imoveis-residenciais-caem-009-em-agosto-no-brasil-382795-1.aspx&layout=button_count&locale=pt_BR&sdk=joey&send=false&show_faces=false&width=150" name="fabcf30932495c" width="150px" height="1000px" frameborder="0" scrolling="no" allowfullscreen="true"></iframe>
 
<iframe id="I0_1510913152400" tabindex="0" title="G+" src="https://apis.google.com/u/0/se/0/_/+1/fastbutton?usegapi=1&size=medium&hl=pt-BR&origin=http://construcaomercado17.pini.com.br&url=http://construcaomercado17.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/livros/precos-de-imoveis-residenciais-caem-009-em-agosto-no-brasil-382795-1.aspx&gsrc=3p&ic=1&jsh=m;/_/scs/apps-static/_/js/k=oz.gapi.pt_BR.XsVW33UZ2xY.O/m=__features__/am=AQ/rt=j/d=1/rs=AGLTcCNek5pCFUoGv6y1p-HFB4X8K5Admw#_methods=onPlusOne,_ready,_close,_open,_resizeMe,_renderstart,oncircled,drefresh,erefresh,onload&id=I0_1510913152400&_gfid=I0_1510913152400&parent=http://construcaomercado17.pini.com.br&pfname=&rpctoken=23508140" name="I0_1510913152400" width="100%" frameborder="0" marginwidth="0" marginheight="0" scrolling="no" data-gapiattached="true"></iframe>

O Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R) da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) apresentou a quinta queda consecutiva nos preços dos imóveis residenciais, com variação de -0,09% em agosto, mesmo que apresentando um valor inferior ao observado em julho de -0,19%. Nos 12 meses encerrados em agosto, o indicador acumula retração de 1,45%, valor menor do que o -1,48% registrado em julho.

 

Shutterstock

 

De acordo com a entidade, em 12 meses a desaceleração do ritmo de queda foi observada em seis das nove capitais acompanhadas pelo IGMI-R: São Paulo (de -0,78% em julho para -0,74% em agosto), Rio de Janeiro (de -4,28% para -3,79%), Recife (de -1,30% para 0,96%), Porto Alegre (de -0,49% para -0,37%), Salvador (de -1,71% para -0,15%) e Goiânia (de -2,05% para -1,69%). Os resultados nas demais capitais foram: Belo Horizonte (de -2,34% para -2,50%), Fortaleza (de -0,81% para -0,85%) e Curitiba (de -0,11% para 0,15%).

“Os preços dos imóveis residenciais ainda apresentam quedas em termos reais, tanto na perspectiva da variação mensal, quanto na do acumulado em 12 meses. Os indicadores que apontam para a retomada gradual no nível de atividade da economia brasileira ainda não possuem efeitos notáveis sobre o desempenho do mercado imobiliário”, aponta a pesquisa. “No entanto, o efeito combinado da contínua desaceleração dos índices de inflação com a tendência de quedas nominais cada vez menores nos preços dos imóveis faz com que a variação de seus preços reais tenda à estabilidade, acrescenta.

 

Reprodução

Deixe um comentário